Fabíola Martins

O primeiro passo é falar, traduzir o que a mente pensa e o que o coração sente para que assim a pessoa possa ser ajudada. Essa é a linha de raciocínio da criação desta marca, onde o balão de fala convida a pessoa para conversar e se abrir.

Dentro dele se encontram o cerébro e o coração. Foi adotado um estilo moderno para assim remeter a aplicativos de redes sociais utilizados atualmente e assim criar uma empatia desde a primeira impressão do paciente/cliente.